Relacionamento posted by

Compartilhando a felicidade

Compartilhando a felicidade

A felicidade é algo que sempre compartilhamos, não é mesmo? Essa estranha necessidade de contarmos aos outros as nossas alegrias faz parte da gente, está no nosso ser.

Lembro-me que, quando criança, bastava eu ganhar um brinquedo novo para sair pulando de felicidade, mostrando o presente para todo mundo. E quando meus pais me avisavam que iríamos ao circo? Nossa, eu falava para os quatro cantos que veríamos o palhaço. Era uma felicidade só. O simples fato de eu poder falar o que estava sentindo, como estava feliz, me deixava ainda mais satisfeito.

Essa necessidade de compartilhar os momentos de felicidade não passa nem com o decorrer dos anos. Quando somos jovens e nos apaixonamos, qual a primeira coisa que fazemos? Corremos para nossos amigos, ou para nossos pais, e contamos o que estamos sentindo, com um baita sorriso estampado no rosto. Não é mesmo? E quando passamos no vestibular? Saímos gritando na rua: “Passei, passei!!!”. Até as pessoas que não nos conhecem acabam descobrindo que estamos felizes por termos cumprido essa etapa de nossas vidas. O mesmo continua acontecendo quando conseguimos nosso primeiro emprego, quando nos tornamos noivos, quando nos casamos então, é aquela festa. Aí vêm os filhos, os netos e a gente segue a vida, sempre contando ao mundo nossas alegrias.

Mas, e quando somos salvos? Quando descobrimos que recebemos a graça salvadora de Jesus Cristo? Quando descobrimos que agora somos feitos filhos de Deus? Compartilhamos isso? Saímos gritando pela rua: Estou salvo, estou salvo!!!?

Infelizmente não. Muitos não fazem isso. Aceitam a Jesus Cristo como seu suficiente salvador e ficam em silêncio. Não compartilham. Será que a salvação de Cristo não é, para nós, uma felicidade? Não nos deixa alegres? Não é uma boa notícia?

Como disse o anjo ao anunciar o nascimento de Jesus: “Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo. (Lucas 2:10).

Jesus é nossa maior alegria, nossa maior felicidade. Não há felicidade maior do que ter um Deus que nos salva, que nos ampara e que nos chama de filhos. Não há notícia melhor do que essa.

E a felicidade dessa notícia não pode, de forma nenhuma, ficar adormecida em nossos corações, tampouco silenciada em nossas bocas.

Deus cumpriu as promessas que havia feito – de salvação eterna – quando, por amor, entregou seu filho para ser morto por nossos pecados, e depois o ressuscitou, garantindo que todo aquele que nele crer não morrerá, mais terá vida eterna (João 3:16 e Atos 13:32).

Não podemos nos calar diante de tamanha felicidade. Procure seus amigos, fale com seus pais ou saia gritando pelas ruas, para que todos, até aqueles que você não conhece, saibam que existe um Deus que salva, e que ele anseia pela salvação de todos.

“Como são belos os pés dos que anunciam boas novas!” (Romanos 10:15b)

Por: Kerwin Muriel

Kerwin Muriel

É formado em Direito pela Universidade de Cuiabá e pós-graduado em Gestão Pública do Poder Judiciário pela UNIFLU-RJ. Bacharelando em Teologia pela Escola Teológica Charles Spurgeon. Casado com Cleynise e pai da Nicolye.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookPinterestFlickr

Deixe uma resposta

Facebook Comments

comments powered by Disqus