O Novo Testamento em 15 dias posted by

DIA 9 – Desafio: Lendo a Bíblia em 15 dias

DIA 9 – Desafio: Lendo a Bíblia em 15 dias

Lá se foi mais um dia de leitura. Vocês estão acompanhando? Então vejam como foi o nosso NONO DIA de desafio:

PALAVRAS DO SIDNEI:

Bom dia!!!

E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus.” (Atos 4.31).

Dia 9 – terça-feira, o dia foi pesado, oração atrás de oração, somente a paz de Cristo para nos manter firmes e constantes. É nestes tempos que me apego a (Não temas, e não te espantes) palavra de Deus. Mas a leitura foi dentro do previsto.

Já inicie o dia lendo o livro de Atos até o capitulo 21, me emocionando com a morte de Estevão, lendo a reviravolta na vida de Saulo, que passou a ser chamado de Paulo, os primeiros missionários, as primeiras discussões no grupo, o evangelho saindo do meio do povo judeu e alcançando os gentios, muito bom.

Mas, ainda não comecei a leitura de Romanos, ou seja, vou atrasar a leitura novamente. Hoje tenho encontro da célula e sempre termina tarde. Mas vamos que vamos.

PALAVRAS DO KERWIN:

Bom dia!!!

Ontem, no nono dia de desafio, pude colocar minha leitura em dia. Apesar de ainda estar bem debilitado em razão da gripe, li todo o livro de Atos e parei em Romanos 8, seguindo a risca o nosso Plano de Estudo.

Foi uma leitura cansativa, mas foi muito boa. O livro de Atos é muito bom. Rico em detalhes, ele mostra, logo no início, a descida do Espírito Santo – o espírito consolador, prometido por Jesus – e a formação da igreja (bem diferente da igreja vemos hoje). É possível perceber várias coisas interessantes em Atos. Primeiro, o poder do Espírito Santo. Toda a coragem, astúcia, desenvoltura e a palavra dos apóstolos, usados para pregar o evangelho de Cristo, fora concedido pelo poder do Espírito de Deus (as virtudes do espírito, Atos 1:8).

Mas é interessante percebermos outras coisas. Primeiro: apesar de cheios do espírito, houve briga entre os irmãos de fé. Vemos em Atos 15:36-39 que Paulo e Barnabé tiveram uma contenda (debate, controvérsia, briga, peleja) por causa de João Marcos. E “tal contenda houve entre eles, que se apartaram um do outro” (a briga foi feia, hehehe).  Isso mostra o como somos imperfeitos e propensos à vaidade e ao orgulho. Paulo não quis levar Marcos porque ele não os acompanhou antes (orgulho).

Segundo, é o aparecimento de um judeu chamado Apolo, descrito como “homem eloquente e poderoso nas Escrituras. Este era instruído no caminho do Senhor e, fervoroso de espírito, falava e ensinava diligentemente as coisas do Senhor, conhecendo somente o batismo de João” (Atos 18:24-25). Esse Apolo, depois de conhecer “mais precisamente o caminho de Deus” (conhecer Jesus, Atos 18:26), foi muito útil para a igreja, pois ele “com grande veemência, convencia publicamente os judeus, mostrando pelas Escrituras que Jesus era o Cristo” (Atos 18:28). O que quero mostrar com isso é que precisamos conhecer bem as Escrituras – toda a palavra de Deus – pois isso facilita, e muito, no convencimento sobre a verdade que há em Cristo.

Por fim, Atos mostra o julgamento de Paulo (ou parte dele), preso pelos Judeus, que teria sido solto se não tivesse apelado para César. Aqui, merece destaque um tal presidente chamado Félix, que conversou com Paulo, ouviu o evangelho (ele e sua esposa), ficou “espavorido”, mas não se converteu. Ao contrário, muitas vezes mandou chamar Paulo para conversar, esperando que Paulo lhe desse dinheiro para soltá-lo (corrupção a vista – qualquer semelhança com os presidentes e/ou juízes de hoje é mera coincidência… hehehe). Apesar de preso, Paulo foi bem tratado, tendo sido permitido falar com os seus e a pregar a Cristo àqueles que o procuravam.

Já em Romanos, percebi que Paulo, logo nos oito primeiros capítulos mostra, claramente, a degradação do homem enquanto ser carnal, e o quanto precisamos nascer de novo – em espírito – para sermos seres espirituais. Destaca que a Lei, apesar de boa, nos serviu apenas para conhecermos o pecado, mas que não é a Lei que nos justifica (nunca foi), e sim a graça de Deus, através de seu filho Jesus Cristo, que nos justifica. Ótima leitura. Estou gostando muito de ler Romanos. Mais detalhes sobre esse livro amanhã. Deixo para vocês os seguintes versículos: “Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor” (Romanos 8:38-39). Fique com Deus.

***

E aí gente, estão acompanhando nossa jornada? Estão gostando? Gostaria de compartilhar algo ou perguntar sobre os textos que estamos lendo? Fique a vontade e deixe sua mensagem no final dessa página. E se você quiser nos acompanhar nesse desafio, veja nossa sugestão de Plano de Leitura. Até amanhã, se Deus permitir. Paz!

Amovocês

Amovocês é uma declaração de amor, que tem por objetivo mostrar ao mundo que Deus nos ama e que não deseja que ninguém se perca, mas que todos venham a seguir a Sua vontade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Deixe uma resposta

Facebook Comments

comments powered by Disqus