Edificação posted by

Esvazie-se

Esvazie-se

O que te motiva a viver? O que te faz levantar cedo e ir para o trabalho? O que te faz passar oito, dez ou até doze horas suando a camisa, cansando o corpo e estafando a mente? Pense bem antes de responder essas simples perguntas.

Muitas vezes somos motivados apenas por nossos próprios interesses, apenas isso. Queremos viver melhor as “nossas” vidas. Queremos viajar, queremos comprar uma casa própria ou o carro do ano, queremos nos vestir bem, queremos uma TV de 52 polegadas. Enfim, o nosso querer, geralmente, se resume a nós mesmos. Somos egocêntricos em nossas motivações. Sempre colocamos o nosso “Eu” em primeiro lugar.

Com isso, acabamos tirando Deus do centro de nossas vidas e, mesmo sem perceber, nos tornamos pessoas vazias, por estarmos cheios de nós mesmos. Tornamos-nos egoístas, tanto para com as pessoas ao nosso redor, como para com Deus.

Veja bem, não estou dizendo que é errado pensar em você mesmo. O erro ocorre quando o seu “Eu” se torna o foco principal da sua vida. O foco de sua vida deve ser sempre viver de acordo com a vontade de Deus. E qual é a vontade de Deus? Que você o ame acima de todas as coisas (inclusive acima de você mesmo) e que ame o seu próximo, como ama a si mesmo (da mesma forma, na mesma intensidade, com as mesmas motivações, com o mesmo amor). Faça isso e você não sentirá falta de nada.

Paulo ensinou isso em sua carta aos Filipenses, ao mostrar que Jesus Cristo, mesmo em sua qualidade de Deus, esvaziou-se de si mesmo, se humilhou e foi obediente a Deus até a morte,e morte na cruz (Filipenses 2:4-13). Ele morreu por mim e por você. Jesus não morreu por Ele mesmo, mas por nós. O que motivou Ele a se entregar à cruz? Nós (o seu próximo). E essa também deve ser a nossa motivação.

Mas, assim como Jesus, precisamos nos esvaziar de nós mesmos. Pois somente assim Deus poderá nos encher com Seu espírito.

E o ato de nos esvaziarmos deve ser voluntário. Deve ser escolha nossa. Veja, o verso 7 de Filipenses 2 diz que Jesus “a si mesmo se esvaziou”. Entenda isso, Deus não nos esvazia, e não podemos esvaziar ninguém. Esvaziar-se faz parte da entrega individual, temos que querer isso.

Esvaziar-se é abrir espaço para o novo de Deus. É estarmos dispostos a viver o que ainda não foi provado. É lançarmo-nos num caminho novo, onde a única coisa que nos traz segurança é a fé em Deus. É assumirmos novas formas. Jesus era rei, mas assumiu a forma de servo. É tornarmo-nos o que não éramos a ponto de sermos reconhecidos numa nova figura. Veja que o Senhor esvaziou-se da sua divindade para tornar-se humano. Isso nos ensina que, no nosso esvaziar, sejamos cheios da essência divina (amor, perdão, fidelidade, bondade, etc).

Esvaziar-se é ter atitude de humilhação. O verso 8, da mesma carta, diz que Jesus a si mesmo se humilhou. Ele abriu mão dos seus direitos, de suas prerrogativas, ficou quieto, não se defendeu, não julgou como usurpação o ser igual a Deus, pelo contrário, foi usurpado pelos homens.

Esvaziar-se é ser obediente até as últimas consequências. A confiança naquele que deu a ordem é tão grande, que eu sigo à risca o que foi ordenado, independentemente se vejo alguma vantagem ou não. Por isso, Jesus foi obediente até a morte como afirma o verso 8 (e morte de cruz).

Esvaziar-se é dar oportunidade a Deus de nos exaltar. Quando nos esvaziamos, estamos dando a Deus a oportunidade dele nos elevar, de nos dar uma nova graduação. Jesus recebeu um nome exaltado, um nome acima de todo nome.

O que te motiva a viver? Devemos estar motivamos para viver uma vida de acordo com a vontade de Deus, e isso depende da nossa disposição em nos esvaziar. Ele não pode fazer nada na vida dos que estão cheios de si mesmo. Aqueles que pensam que são. Porém, os que se humilham e se esvaziam, manifestando a sua dependência, serão usados para o seu louvor e glória.

Que a sua vida seja motivada e espelhada na vida de Cristo Jesus. Esvazie-se!!!

Por: Kerwin Muriel

Kerwin Muriel

É formado em Direito pela Universidade de Cuiabá e pós-graduado em Gestão Pública do Poder Judiciário pela UNIFLU-RJ. Bacharelando em Teologia pela Escola Teológica Charles Spurgeon. Casado com Cleynise e pai da Nicolye.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookPinterestFlickr

Deixe uma resposta

Facebook Comments

comments powered by Disqus