Devocional posted by

Seguir Jesus, servindo-o

Seguir Jesus, servindo-o

Não há como alguém dizer que segue a Jesus, se essa pessoa não o serve, não cumpre os seus desígnios e não obedece aos seus mandamentos, dentre os quais: amar a Deus acima de todas as coisas (e isso inclui, óbvio, todas as coisas: bens, família, profissão… tudo!), amar ao próximo como a si mesmo (e isso significa deixar o seu eu em proveito do outro), e, finalmente, o ide (a proclamação do evangelho, incluindo fazer discípulos e ensiná-los).

Isso tudo requer entrega de vida e abnegação de vontades. E é nesse momento que o nosso calo aperta. Afinal, como posso servir a Cristo agora, se eu tenho tantas coisas para me preocupar, tantas coisas para conquistar, tantos lugares para conhecer? E a carreira que eu tanto almejo, como fica? Não posso desistir agora. Simplesmente não dá. Tenho tantas ocupações que não há espaço, neste momento, para eu servir a Cristo.

O problema é que servir a Cristo é uma condição “sine qua non” para segui-Lo. Não servir a Cristo é o mesmo que não o seguir. Logo, se não o estamos seguindo, estamos no caminho errado, afinal, Ele é o caminho. Se não estamos seguindo Jesus, servindo-o, a quem estamos seguindo e servindo?

Não devemos permitir que nossos desejos e vontades nos impeçam de seguir Jesus, servindo-o. Não devemos deixar que as paixões e as preocupações desse mundo guie nossa vida por caminhos largos, que conduzem a perdição. Devemos entender o que Jesus disse nessa passagem:

“Aquele que ama a sua vida a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo a conservará para a vida eterna. Quem me serve precisa seguir-me; e, onde estou, o meu servo também estará. Aquele que me serve, meu Pai o honrará.” João 12:25-26

Não há nada nesse mundo comparado com a vida que nos espera na eternidade. Além disso temos uma linda promessa: “Aquele que me serve, meu Pai o honrará”. E não há honra maior do que poder desfrutar da presença gloriosa do Pai e do Filho durante toda a eternidade.

O que fazer então? Siga Jesus, servindo-o.

Então devemos largar tudo? Viagens, emprego, família e viver a minha vida toda neste mundo para Cristo? Sim… e não! Sim, devemos viver a vida toda neste mundo para Cristo, para honrar e glorificar o seu nome… mas talvez, e eu disse talvez, não seja necessário largar tudo. O que não podemos é deixar que viagens, emprego, família, amigos, etc. sejam um empecilho para você servir a Cristo. Seguir Jesus e servi-lo deve ser o alvo principal de nossas vidas, o resto, todo o resto, é secundário.

Sirva-o em seu emprego, honrando e glorificando o seu nome (e isso inclui o respeito e o bom trato com seus superiores e com os que estão abaixo de você na escala hierárquica, e ficar longe de corrupção, mentiras e enganos). Sirva-o em suas viagens, aproveitando esses momentos para pregar o evangelho a outros povos, e visitando outros irmãos em Cristo. Sirva-o em sua família, glorificando Deus em sua casa, respeitando e amando seu cônjuge e educando seus filhos, ensinando-os no caminho que devem seguir. Sirva-o no convívio com seus amigos, sendo luz e sal no meio deles, de forma que eles possam glorificar o nome de Deus por sua vida. Sirva-o na igreja, afinal, você faz parte desse corpo e o corpo precisa de todas as partes bem ajustadas.

Se fizermos assim, estaremos seguindo Jesus, servindo-o…

Por: Kerwin Muriel

Kerwin Muriel

É formado em Direito pela Universidade de Cuiabá e pós-graduado em Gestão Pública do Poder Judiciário pela UNIFLU-RJ. Bacharelando em Teologia pela Escola Teológica Charles Spurgeon. Casado com Cleynise e pai da Nicolye.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookPinterestFlickr

Deixe uma resposta

Facebook Comments

comments powered by Disqus