Últimas

Edificação por Amovocês

Vida de Adoração

“O reino dos céus é semelhante a um tesouro oculto no campo, o qual certo homem, tendo-o achado, escondeu. E, transbordante de alegria, vai, vende tudo o que tem e compra aquele campo.

O reino dos céus é também semelhante a um que negocia e procura por boas pérolas; e tendo achado uma pérola de grande valor, vende tudo o que possui e a compra.” (Mateus 13:44-45).

Penso que esta mensagem tem se perdido em meio a nossos compromissos diários. Os versículos deixam claro que o reino dos céus é aquilo o que temos de mais precioso e uma vida de adoração precisa ter a real compreensão sobre o reino dos céus.

O que vou dizer aqui pode parecer um pouco duro, mas Deus não precisa de nossos dons e talentos. Ele os entrega a nós, mas não é nosso refém. Nosso amor por Cristo deve ser superior a qualquer outra coisa e se você não sente esse amor arder em seu coração, se não amar a Deus com toda a capacidade que nossa natureza pecadora nos permite, talvez você não esteja pronto para o reino dos céus.

Tocar bem não faz de você um adorador. Cantar bem não faz de você um adorador. Participar de um ministério, de uma igreja, não faz de você um adorador. Verdadeiros adoradores entendem que tiveram suas vidas compradas por um alto preço e valorizam o sacrifício de Cristo. Até que ponto consideramos a Cristo como aquilo que temos de mais precioso? Será que somos capazes de renunciar a tudo que o mundo tem a nos oferecer por amor ao Reino? Um verdadeiro adorador não coloca sua vontade acima da vontade de Deus.

E quanto aos pecados? Eles devem ser um acidente na vida de adoradores verdadeiros. Aqueles que ainda não compreenderam a grandeza que é a obra de Cristo, que não entenderam que o reino dos céus é aquilo que temos de mais precioso, são os mesmo que cultivam seus pecados de estimação quando estão fora da igreja. Esquecem que Deus sonda os corações e sabe de todas as coisas.

Mateus 7:21 diz que nem todo aquele que diz “Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus.” A vida cristã autêntica não condiz com a iniquidade. (Mt. 7:23 – Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade).

Eu ouso dizer que aquela pessoa que está na igreja, participa de um ministério, qualquer que seja, participa de um grupo de estudo bíblico, mas não produz qualquer fruto de salvação, na verdade nunca experimentou a conversão e sua alma está sim destinada ao inferno.

É claro, não me refiro aqui àquele cristão que luta verdadeiramente, que sofre, chora e se arrepende em cada queda, mas busca em Cristo o suporte para vencer as tentações e sabe que ao final, na eternidade, estará livre de qualquer influência do pecado. Na verdade essa deveria ser a postura adotada por todos que professamos a fé em Cristo.

Sei que estamos acostumados a achar que levantar as mãos e vir à frente na hora do apelo é o suficiente pra conseguir a salvação, mas a Bíblia nos mostra que não. Uma pessoa convertida tem a Cristo como o tesouro mais precioso que poderia receber. Gostaria que todos refletíssemos sobre esse assunto. Como anda sua vida? O que você faz fora da igreja? Quais são as suas conversas? Você dedica tempo pra conhecer mais a Deus? Ora? Lê a Bíblia? Busca conhecimento em outras fontes? Ou será que sua vida cristã se resume aos cultos de domingo e demais atividades da igreja? Se você não tem nem vontade e nem interesse de buscar a Deus durante a semana, se você sequer consegue orar, se o pecado não te causa uma dor profunda… Cuidado! Pode ser que você sequer tenha recebido o Espírito Santo ainda e está se enganando, sendo apenas uma pessoa religiosa.

Pessoas podem ser enganadas, Deus não! Ele sabe de todas as coisas e sonda as intenções do coração (Jeremias 17:10).

Precisamos dar a Deus o primeiro lugar em nossas vidas e matar nossas vontades a cada dia. O Evangelho precisa ser aquilo o que temos de mais precioso, caso contrário, nunca nos tornaremos adoradores verdadeiros. Ainda é tempo de pedir perdão e voltar ao primeiro amor.

Por: Rosbene Oliveira

Amovocês

Amovocês é uma declaração de amor, que tem por objetivo mostrar ao mundo que Deus nos ama e que não deseja que ninguém se perca, mas que todos venham a seguir a Sua vontade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

2 Comentários

  • […] Por: Rosbene Oliveira Original: Vida de Adoração – Amovoces.com.br […]

  • Uma ótima reflexão sobre vida cristã, buscando o que realmente tem significado e propósito em nossas vidas:sermos verdadeiros adoradores.

Deixe uma resposta

Facebook Comments

comments powered by Disqus

Baixe nosso e-book

Ebook - O Leite

Pesquisar

Assuntos Relacionados

Assine o Amovocês

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novos posts por email.

A Jornada – Sistema de Discipulado On-Line